Lifestyle

Poke, a gastronomia havaiana que deu onda

Eu lembro como se fosse ontem…um novo doce chegava ao Brasil e tomava conta de confeitarias, festas, coquetéis de inauguração…era o cupcake.

Quem não se lembra desse pequeno bolinho quando virou moda em todos os cantos. De lá pra cá, assim como ele, muitas outras comidas e bebidas viraram febre com sua chegada ao país.

A última agora é justamente a que o título deste post vos fala…o Poke.

Poke, quer dizer cortar/fatiar e tem origem havaiana. Sua base é basicamente feita de peixe cru, mais especificamente o salmão ahi que é típico da região. Só por essa informação já podemos imaginar uma comida fresca, com ingredientes naturais e com temperos que realçam seu sabor.

E é bem por aí. E por falar em peixe cru, podemos pensar que ele se assemelha a um sashimi ou ceviche, mas não. Apesar de ser feito a base de peixe cru ele é diferente de um sashimi – já que é marinado em molho – e também não pode ser chamado de ceviche, o típico prato peruano, pois esse é feito à base de limão.

Outra coisa que difere o poke desses outros pratos são os ingredientes que o compõem. O típico poke havaiano é composto por Gohan (arroz japonês, o mesmo usado no sushi) ou folhas, atum cru marinado em molho à base de shoyu e óleo de gergelim e acompanhado de fatias de abacate, algas e gergelim. Ficou com vontade?

Onde comer Poke em Curitiba

Aqui na capital paraense alguns lugares já começam a aderir essa moda gastronômica, são eles: Barista Coffee Bar, o Paradero – nova balada que abre ainda está mês de fevereiro – em breve vocês vão ouvir falar dele aqui e tem justamente a temática havaiana, e a rede Wikimaki.

Eu já provei enquanto estive em Florianópolis começo deste ano, com o pessoal do Madre Hula-Hula, e posso dizer que é simplesmente delicioso. Uma comida com uma incrível combinação de sabores, que alimenta e não pesa no estômago. Perfeita para o verão!

siga > www.instagram.com/rafaronconi

Vocês já tinham ouvido falar do Poke? Já provaram ou ficou com vontade? Me conta! 😃

Comente com o Facebook

comentários